Documentos necessários para cada tipo de ação

Documentos necessários para: Pedir/Revisar Pensão Alimentícia  Cópia RG e CPF Cópia comprovante de residência Cópia comprovante de Renda (Imposto de renda ou contra-cheque) Cópia decisão anterior/acordo extrajudicial de pensão alimentícia Pedir/Revisar Guarda dos Filhos  Cópia RG e CPF Cópia certidão de nascimento/RG dos filhos Cópia Certidão de União Estável/Casamento/Divórcio Cópia comprovante de residência Cópia comprovante Leia mais… »

Quais as chances que tenho?

Recebemos questionamentos sobre as probabilidades de êxito em cada situação individual. “Posso conseguir a divisão do imóvel?”, “Quanto vai ser a pensão alimentícia?”, “Corro risco de perder a guarda do meu filho?” são algumas das perguntas mais comuns. Nenhum advogado de família pode prometer resultado ou assegurar vitória. Não é ele quem julga o processo Leia mais… »

Contestação: 5 dicas para a sua defesa

Fui citado em um processo pelo Oficial de Justiça (mandado de citação). O que fazer? Saiba como se defender de um processo e preparar a contestação. 1. Leitura preliminar da petição em anexo ao mandado 2. Levantamento preliminar de documentos 3. Agendar consultas com advogados especialistas na área jurídica 4. Preparação para a audiência conciliatória Leia mais… »

Pergunta da semana: Herança e Imposto de Renda

Recebi uma herança. Devo declarar no imposto de renda? Sim, o patrimônio sai da declaração de renda do falecido e entra no documento apresentado pelo herdeiro. Apenas haverá incidência de imposto de renda se o valor do bem entrar na declaração por valor superior ao que constava na do falecido. Sobre essa diferença o fisco Leia mais… »

Pergunta da semana: Herança

Sou filho do primeiro casamento do meu pai. Ele tem dois filhos com a atual esposa. Em caso de morte, como será a divisão entre os filhos e a viúva? Sobre o patrimônio do seu pai, você é herdeiro igual aos outros filhos. A viúva poderá ser proprietária da metade dos bens se o regime Leia mais… »

Inventário por morte é demorado?

Um mito já consolidado é da extrema lentidão dos inventários quando morre um familiar e deixa bens para dividir. Quando os envolvidos têm o mesmo objetivo, a burocracia é vencida com rapidez. Os atrasos quase sempre se devem a desentendimentos entre herdeiros ou falta de regularização dos bens. Quando o patrimônio está em nome do […]

Leia mais… »